top of page
Buscar
  • Foto do escritorSamuel Pedrini

Escolhendo o Aditivo ou Fluido do Radiador Adequado: Guia Completo



Tipos de Aditivo de Radiador ou Fluido
Aditivo Radiador Tipos

O fluido do radiador ou aditivo, composto por água desmineralizada e aditivo, é crucial para o bom funcionamento do sistema de arrefecimento do seu veículo. A escolha do fluido correto, a proporção ideal e a manutenção regular garantem a performance do motor, evitam superaquecimento e corrosão, prolongando a vida útil do sistema.

"É importante ressaltar que cada fabricante tem as cores próprias e ela não influência a qualidade."


Características Técnicas:

Tipos de Fluidos Ou Aditivos do Radiador:

Os fluidos de radiador podem ser categorizados com base em sua composição química em Inorgânico (IAT), Orgânico (OAT), e Híbrido (HOAT), cada um servindo propósitos específicos no sistema de arrefecimento de um veículo. Essas categorias diferem principalmente em termos de seus aditivos inibidores de corrosão e a tecnologia subjacente usada para proteger o motor e o sistema de arrefecimento.


Inorgânico (IAT): Tecnologia Tradicional à Base de Silicatos

  • Para que Serve: O fluido de radiador inorgânico é a forma mais antiga de aditivo de arrefecimento. Ele utiliza silicatos para fornecer proteção contra a corrosão das partes metálicas do sistema de arrefecimento. Os silicatos formam uma camada protetora sobre os componentes do motor e do radiador, prevenindo a corrosão química e eletroquímica.

  • Aplicações: Este tipo de fluido é comumente encontrado em veículos mais antigos. Ele requer substituição mais frequente do que os tipos mais modernos, geralmente a cada dois anos ou 48.000 km, devido à degradação mais rápida dos inibidores de corrosão.


Orgânico (OAT): Tecnologia Mais Moderna à Base de Carboxilatos

  • Para que Serve: Os fluidos de radiador orgânicos utilizam carboxilatos, uma tecnologia mais moderna que fornece uma proteção mais duradoura contra a corrosão sem a necessidade de silicatos. Os carboxilatos protegem as superfícies metálicas formando uma barreira molecular que se repõe automaticamente, oferecendo uma vida útil mais longa do que os IATs.

  • Aplicações: Ideal para veículos modernos, os OATs são projetados para períodos de substituição mais longos, muitas vezes até 5 anos ou mais de 160.000 km. Eles são particularmente eficazes em sistemas de arrefecimento que contêm uma grande quantidade de alumínio.


Híbrido (HOAT): Combina Tecnologias Inorgânicas e Orgânicas

  • Para que Serve: Os fluidos de radiador híbridos combinam os melhores aspectos dos tipos inorgânicos e orgânicos. Eles incluem tanto silicatos (para proteção inicial rápida contra a corrosão) quanto carboxilatos (para proteção de longo prazo e auto-reparação). Isso proporciona uma proteção abrangente contra a corrosão para uma ampla gama de metais usados no sistema de arrefecimento.

  • Aplicações: Os HOATs são adequados para uma ampla variedade de veículos, oferecendo um meio-termo entre a necessidade de trocas frequentes dos IATs e a tecnologia de longa duração dos OATs. Eles são comumente recomendados para veículos que requerem proteção ampla devido à combinação de diferentes metais no sistema de arrefecimento.

Cada tipo de fluido de radiador é formulado para atender às necessidades específicas do sistema de arrefecimento de veículos com diferentes materiais de construção e designs de motor. É fundamental escolher o tipo correto de aditivo de radiador com base nas recomendações do fabricante do veículo para garantir a máxima proteção contra a corrosão, eficiência no arrefecimento e uma longa vida útil do sistema de arrefecimento e do motor.

Ao escolher um fluido de radiador HOAT, OAT e IAT, é crucial considerar não apenas o tipo de veículo, mas também as recomendações específicas do fabricante. Essas formulações são projetadas para oferecer um desempenho otimizado para determinadas condições de operação e composições de metais no sistema de arrefecimento. Sempre consulte o manual do proprietário do veículo para garantir a seleção do fluido de radiador que melhor atenda às necessidades e especificações do seu veículo.


Propriedades:

  • Ponto de ebulição: Acima de 100°C, evitando vaporização e superaquecimento.

  • Proteção contra corrosão: Protege o sistema contra ferrugem e desgaste.

  • Lubrificação: Reduz o atrito entre as peças do sistema.

  • Prevenção de incrustações: Evita o acúmulo de depósitos que prejudicam a troca térmica.


Por Que Usar o Fluido ou Aditivo do Radiador Certo

O uso do fluido correto é vital por várias razões:

  • Proteção Contra Corrosão: Aditivos corretos contêm inibidores de corrosão que protegem as partes metálicas do sistema de arrefecimento.

  • Eficácia no Arrefecimento: O fluido certo absorve e dissipa calor de maneira eficiente, evitando superaquecimento.

  • Prevenção de Congelamento e Ebulição: Formulações específicas ajudam a reduzir o risco de congelamento em climas frios e ebulição em climas quentes.

Erros Comuns ao Escolher o Fluido ou Aditivo do Radiador

  1. Ignorar Especificações do Fabricante: Escolher um fluido baseado apenas em preço ou disponibilidade, sem considerar as recomendações do fabricante.

  2. Mistura de Fluidos Incompatíveis: Misturar fluidos de diferentes tipos ou cores pode resultar em reações químicas adversas, como a formação de gel, que pode obstruir o sistema de arrefecimento.

Substituição Incompleta: Não remover completamente o fluido antigo antes de adicionar o novo pode diluir as propriedades do novo fluido.


Diluído vs Concentrado

Os fluidos ou Aditivos de radiador estão disponíveis em duas formas principais: diluído e concentrado. Cada tipo possui suas vantagens e desvantagens, adaptando-se a diferentes necessidades e preferências do usuário. Vamos explorar o que cada um significa, juntamente com seus benefícios e contras:


Diluído

O que é: O fluido diluído é uma mistura pré-fabricada de água desmineralizada e aditivo de radiador na proporção correta, geralmente 50/50, pronta para ser usada diretamente no sistema de arrefecimento do veículo.

Benefícios:
  • Conveniência: Não requer nenhuma preparação ou mistura, podendo ser adicionado diretamente ao radiador, o que é ideal para quem busca praticidade.

  • Proporção Correta: Elimina o risco de misturar incorretamente a água e o aditivo, garantindo a proporção ideal para eficácia máxima.

  • Facilidade de Uso: Ideal para situações de emergência ou para quem não se sente confortável preparando a mistura.

Contras:

  • Menos Flexibilidade: Não permite ajustes na proporção da mistura para atender a condições climáticas específicas ou preferências pessoais.

  • Possivelmente Mais Caro: Por ser pré-misturado, pode custar mais do que comprar aditivo concentrado e água separadamente.

Concentrado

O que é: O fluido concentrado é o aditivo de radiador puro, sem água. Antes de ser adicionado ao sistema de arrefecimento, precisa ser misturado com água desmineralizada na proporção recomendada pelo fabricante do veículo ou do aditivo, geralmente 50/50.

Benefícios:

  • Flexibilidade de Mistura: Permite ao usuário ajustar a proporção da mistura de acordo com as necessidades específicas, como clima muito frio ou muito quente.

  • Custo-Efetividade: Geralmente é mais econômico a longo prazo, já que o usuário pode comprar água desmineralizada separadamente, que é mais barata.

  • Eficiência de Armazenamento: Como é mais concentrado, ocupa menos espaço de armazenamento antes da mistura, sendo uma opção eficiente para quem compra em grandes quantidades.

Contras:

  • Necessidade de Preparação: Requer um passo adicional para preparar a mistura correta, o que pode ser inconveniente para alguns usuários.

  • Risco de Proporção Incorreta: Se a mistura não for feita adequadamente, pode afetar negativamente a performance e proteção oferecidas pelo fluido, incluindo a eficácia no arrefecimento e proteção contra congelamento ou superaquecimento.

Em resumo, a escolha entre fluido diluído ou concentrado depende da preferência pessoal por conveniência versus flexibilidade, considerações de custo e confiança em preparar a mistura na proporção adequada.


Cores dos Fluidos ou Aditivos de Radiador

As cores dos fluidos de radiador (como verde, laranja, rosa, azul) estão associadas a diferentes formulações químicas e aditivos. Embora a cor possa dar uma indicação geral do tipo de aditivo, não é uma regra absoluta, e a compatibilidade deve ser determinada pelas especificações do produto, não apenas pela cor. As cores são utilizadas principalmente para evitar a mistura de tipos incompatíveis, mas sempre verifique as especificações técnicas para escolher o correto.

  • Verde: Tradicionalmente usado em veículos mais antigos, contém inibidores de corrosão à base de silicato.

  • Laranja: Comum em alguns veículos GM, utiliza tecnologia de ácido orgânico (OAT) para uma vida útil mais longa.

Rosa/Azul/Vermelho: Estas cores geralmente indicam fluidos específicos de fabricantes, como Toyota, Honda, ou Volkswagen, muitas vezes com formulações híbridas ou específicas.


Recomendações:

  • Consulte o manual do proprietário: Indica o tipo e a cor do fluido recomendado.

  • Verifique a cor do fluido no reservatório: Utilize a mesma cor ou consulte um especialista.

  • Faça a troca do fluido periodicamente: Siga a recomendação do fabricante.

  • Utilize água desmineralizada: Evite corrosão e incrustações.

  • Fique atento ao nível do fluido: Mantenha o nível entre as marcas MIN e MAX.

  • Procure um especialista em caso de dúvidas: Um profissional poderá te auxiliar na escolha do fluido ideal para o seu veículo.

Lembre-se

A escolha e o uso correto do fluido do radiador garantem o bom funcionamento do sistema de arrefecimento do seu veículo, protegendo o motor e prolongando sua vida útil.

25 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page